Você sabe o que é pressão alta?

A pressão alta, tecnicamente chamada de Hipertensão Arterial Sistêmica, é a doença que silenciosamente mais mata no mundo.

Falamos “silenciosamente” porque 90% das pessoas com pressão alta não sentem nada e lentamente estão tendo lesões em seus vasos sanguíneos e órgãos vitais, até que ocorra um evento crítico, como um derrame (acidente vascular encefálico), um infarto agudo do miocárdio, uma perda de função do rim e consequente necessidade de diálise (tratamento para substituir o rim) ou até mesmo perder a visão ou sofrer uma amputação.


Só de ler tudo isso, tenho certeza que você já se interessou em saber melhor o que é a pressão alta e quando (valores) ela está realmente alta.

Nosso coração trabalha como uma “bomba de água” fazendo o sangue circular por todo nosso corpo, em forma de pulsos. Ele se enche de sangue e depois contrai empurrando esse sangue pelos vasos, ciclo após ciclo.

Você vai entender que quando ele contrai e empurra com mais força o sangue, ele vai gerar uma maior pressão contra os vasos, e essa maior pressão será a pressão máxima, tecnicamente chamada de “pressão arterial sistólica”. Após essa maior pressão o coração começa a relaxar e o sangue vai reduzindo progressivamente sua pressão sobre os vasos, até que uma nova contração se inicia. Essa menor pressão detectada imediatamente antes de um novo ciclo de aumento é a pressão mínima ou tecnicamente chamada de “pressão arterial diastólica”.

Nosso corpo foi planejado para trabalhar com níveis “fisiológicos” de pressão e quando essa pressão está acima desses valores, se inicia um processo lento e progressivo de lesão nas paredes desses vasos. Então não será um dia, uma semana ou um mês com pressão alta que irá te prejudicar, mas sim anos.




Os valores considerados altos também surgiram de trabalhos científicos que acompanharam por anos populações e suas pressões, e foram observados que níveis maiores ou iguais a 140x90mmHg ou 14X9cmHg é que são capazes ao longo de anos de lesar nossos órgãos alvo.

Para prevenir esse mal é muito importante ter bom hábitos e avaliar temporariamente sua pressão e fazer também uma visita ao seu cardiologista!



Dra. Fernanda Keller Gomes Tenchini, Cardiologista da Cardioimagem.


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo